quarta-feira, 24 de junho de 2009

Linux como mudança de costumes

Quando falamos em Sistemas Operacionais, logo muitos lembram do Windows, e alguns do Linux e muito raros os que lembram do MacOSX, se perguntar o porque do Windows, sem duvidas ele é o mais usado, dado a sua grande facilidade de uso e a maioria dos PC's vendidos hoje 90% vem com Windows instalado, sem contar na quantidade de Windows Pirata que tem instalado por aí, não tirando seu mérito se fizer uma analise de cunho profissional, sabemos que em determinados pontos o Windows é falho, no quesito segurança, pois a maioria dos vírus e cavalos de tróia, spywares em geral são feitos para ele. Apesar de tudo o Windows tem pontos positivos para os usuários finais, tais como facilidade de instalação de programas, interface amigável, facilidade de instalar drivers e periféricos como impressoras, scanners, uso de pendrivers, em questão um simples instalador para determinado programa resolve tudo, não estou aqui para criticar a sua facilidade, pois estamos no século XXI, computadores com processador ultra velozes, nada mais justo que buscar a cada dia melhorar mais, se não fosse a evolução não teria o carro hoje, quando o homem descobriu a roda. Agora vou um pouco mais fundo, você que usa Windows ou Linux, ou qualquer outro Sistema Operacional, você conhece a essência do seu Sistema Operacional e de seus programas instalados?

Hoje podemos comemorar a constante evolução dos Micro-Computadores ou PC's, pois há um tempo não muito distante, sofríamos com hardware instáveis, alem dos sistemas possuírem seus defeitos e incompatibilidades, era muito difícil descobrir aonde estava a falha, quantas memórias, placas-mãe foram condenadas. Quando falo de Essência do Sistema Operacional, quero dizer ter um conhecimento mais profundo do funcionamento do mesmo, resolver problemas sem ter que desinstalar e reinstalar programas, ou até chegar ao extremo como formatar e reinstalar o Sistema Operacional, imagina o trabalho, backup dos dados pessoais, programas, formatar, reinstalar tudo e voltar os dados nos locais originais e baixar e instalar as atualizações, muito trabalho as vezes para pouco resultado.

Ao contrario do Windows, o Linux possui uma flexibilidade incrível tanto no gerenciamento de pacotes quanto na sua personalização de ambiente, tais como temas e programas, gadgets e muito mais. Devido a possibilidade de instalar programas por compilação localmente, usando a famosa seqüencia "./configure && make && make install" acaba-se tendo uma gama enorme de possibilidades de instalação de programas e bibliotecas. O advento de instalar e personalizar a instalação dos programas, tem-se também a vantagem de-se personalizar o Kernel do Sistema Operacional, pois sabemos que vem um Kernel compilado genericamente, preparado para a maioria dos hardwares do mercado, portando numa instalação convencional o Sistema Operacional acaba carregando módulos desnecessários, outra vantagem abordada aqui é a possibilidade de Kernel modular, podemos adicionar e remover funcionalidades, rumo ao Sistema Operacional perfeito para atender as suas necessidades. Isso dá inicio de uma busca por conhecimento e descoberta, a cada erro ou possibilidade de criação e uso, faz cada usuario buscar o Sistema Operacional perfeito, porem, é busca que faz o usuário entrar cada vez mais dentro do âmago do Sistema Operacional, onde o limite é a curiosidade e vontade de aprender do usuário.

A curiosidade é o combustível do conhecimento. Que a força esteja com você!
Até a próxima!

Nenhum comentário: